Santiago de Compostela

Na Província da Corunha está Santiago de Compostela uma das mais importantes cidades da Galiza, cidade conhecida mundialmente e que atrai anualmente milhares de visitantes.

Segundo o cristianismo foi aqui que Tiago escolheu para levar a mensagem de Cristo depois de sua morte pregando desde o litoral até o interior. Quando voltou à Palestina o rei Herodes Agripa ordenou que Tiago fosse decapitado, proibindo que o enterrassem e ordenando que jogasses seus restos mortais fora do muro da cidade.

Um pouco antes de morrer Tiago pediu aos seus discípulos Atanásio e Teodoro que seu corpo fosse levado de volta à Península Ibérica. Atendendo seu último desejo, os dois apóstolos foram de barco até a cidade de Padrón seguindo viagem até o bosque Libredón, onde teria sido sepultado aproximadamente em 44 D.C.

De acordo com as escrituras religiosas, no ano de 813 um eremita chamado Pelayo viu uma chuva de estrelas que o guiou até o bosque Libredón exatamente no ponto onde caíram as estrelas estava o corpo de Tiago, foi quando um rei espanhol mandou construir uma capela de pedras e um monastério ao redor do túmulo, vistada por alguns como mística, religioso ou em busca do autoconhecimento, assim surgiu a cidade de Santiago, atualmente com várias rotas de peregrinação como alguns caminhos alternativos, o Caminho Português, o Caminho do Norte, a Via de la Plata, o Caminho Primitivo, o Vasco Sanabrés, a Fisterra e Muxía, o Caminho Francês saindo do sul da França desde Le Puy com uma distância de 1.600 km, partindo de Roncesvalles já pertencente à Espanha ou o Caminho Aragonês podendo ser iniciado em Somport, Canfranc ou Jaca.

Santiago de Compostela dispõe de uma privilegiada localização geográfica, situada abaixo da Via Láctea um dos pontos de grande energia e vibração da Terra, enriquecendo a cidade pelos seus notáveis mitos, milagres, ocultismo, crenças religiosas sendo comemorado no dia 25 de julho.

Durante o caminho é possível conhecer diversos monumentos arquitetônicos com estilo românico e gótico, como o palácio na cidade de Astorga concedido por Gaudí.

Todas as pessoas que fazem o caminho recebem a credencial do peregrino, um documento oficial que aprova todas as condições e cada viajante que percorre o caminho a pé, de bicicleta ou a cavalo permitindo aos viajantes que comam, durmam a preços simbólicos ou de graça em diversos refúgios e o Certificado Compostelano conhecido como a "Compostelana", documento oficial entregue a todos os peregrinos que finalizam o caminho emitido pelo departamento de recepção dos peregrinos de Santiago de Compostela.

A Praça do Obradoiro no centro da cidade é a mais famosa, nela está o quilómetro 0 do Caminho de Santiago e os edifícios emblemáticos como o Passo de Raxoi, o albergue dos Reis Católicos e a Catedral com sua fachada em estilo barroco, principal ponto de chegada de todos peregrinos para visitar o túmulo de Santiago.

Com muita história e beleza Santiago de Compostela têm muitas atrações, artesanatos tradicionais, atividades como o botafumeiro, uma tradição mantida desde a idade média usada pelos peregrinos daquela época que chegavam na cidade com poucas condições de higiene, um ritual mantido nos dias de hoje utilizado nas missas rezadas ao meio dia, o

mercado de Abastos de Santiago, o Parque de Bonaval e da Alameda, a fonte dos desejos e dos cavalos, a árvore da ciência assim como uma deliciosa gastronomia servida em bares, restaurantes acompanhados da típica torta de Santiago.

Em poucas palavras, Santiago de Compostela é um destino mágico e legendário em Galiza com todo tipo de comércio e hotéis, nas cidades ao redor há muito o que descobrir como as maravilhosas praias paradisíacas, monumentos históricos, parques naturais, balneários... Tudo isto e muito mais, com a melhor infra-estrutura para que você desfrute desta inesquecível viagem.